Home » » CONTOS QUE UM DIA TE CONTO III

CONTOS QUE UM DIA TE CONTO III






















....Depois de voltar para a sala, Vertigo e Suzi tentaram fazer seu trabalho, mas como conseguir se concentrar depois de tudo aquilo. Vertigo já tinha adiantado seu serviço e estava atualizando seu blog enquanto comia Suzi com os olhos.Eles tinha combinado de se verem mais tarde na casa de Suzi.O tempo não passava, pensava Vertigo, enquanto observava mulheres gostosas na net e pensava no que poderia acontecer mais tarde.

Lá pelas 20:00H Vertigo toca no apartamento de Suzi que ficava no Bairro dos Jardins, Rua dos Prazeres Nº 69, não tinha como errar aquele endereço. Suzi abre a porta vestida apenas com uma camiseta regata e uma calça dessas de academia que realçava mais ainda sua xana, para Vertigo ela estava sem calcinha. Ele entra no apartamento com uma garrafa de vinho, lhe dá um beijo e ela faça um comentário: _Esperto você, trouxe um vinho. Vertigo sorriu e sentou-se no sofá. Suzi pegou a garrafae se dirigiu ao cozinha, os olhos atentos de Vertigo fixaram nas nádegas daquela mulher maravilhosa e sua certeza de que ela estava sem calcinha era maior. Suzi volta da cozinha com duas taças e oferece uma para Vertigo, Suzi senta-se ao seu lado e os dois brindam a noite que terão.Sem perder tempo, pois os dois estavam mortos de tesão, Vertigo pega o copo que estava na mão de Suzi coloca numa mesa ao lado e sutilmente colocou sua mão no rosto de Suzi e lhe aplicou um beijo de cinema, mas com muito carinho foi passando sua mão pelo corpo daquela mulher linda e descendo apalpou seu seio por cima da blusa e continuou descendo pela sua barriga até chegar em suas coxas.Beijando Suzi e com uma das mãos em seu seio e a outra em suas coxas, Vertigo começa a avançar mais e do lado interno da coxa de Suzi, Vertigo chega naquela bucetinha suculenta e macia e por cima da calça de academia vai massageando e tendo a plena certeza de que ela esta sem calcinha, um dos fetiches de Vertigo que é encontrar com uma mulher naquela situação, e vai sentindo que a calça cada vez fica mais úmida.Em contra partida Suzi esta com sua mão já por dentro da calça de Vertigo e acaricia seu membro com maestria.Vertigo para e afasta-se de Suzi, pega mais um pouco de vinho e bebe com ela, depois coloca os copos na mesa e deita Suzi no sofá, deita-se por cima dela e começa a beijá-la e descer no seu corpo, beijando seus seios e parando na sua barriguinha, indo devagar para seu ventre e por cima da calça beija sua xana que está molhada, beija sua xana e vai devagar retirando sua calça e descobre que ela está raspadinha, Vertigo fica cada vez mais com tesão e com a real impressão de que aquela mulher sabe enlouquecer um homem.Vertigo passa sua língua nos lábios e no clitóris de Suzi que se contorce de prazer num gemido acompanhado de um grito gostoso.Depois de fazer Suzi gozar em sua boca, Vertigo a colocou deitada de costas e apreciando aquele corpo deitou-se e colocou seu pênis entre as coxas de Suzi e ficou brincando na entrada se sua xana enquanto sussurrava em seu ouvido palavras libidinosas, e foi penetrando devagar para sentir sua plenitude....

Depois de alguns minutos de descanso, Vertigo que estava sentado no sofá e Suzi deitada em seu colo,Suzi começou a acariciar seu pênis e beijá-lo que por sua vez começa a ficar ereto quando sente a boca de Suzi completa em sua extremidade, Vertigo suspira e acaricia a bundinha de Suzi que acelera seus movimentos fazendo Vertigo ir a loucura que acaba num gozo delicioso e apreciado por Suzi.Depois dessa loucura gostosa Suzi senta no pênis de Vertigo e os dois gozam mais e mais numa noite que parece não ter fim....

VERTIGO

 
Support : Copyright © 2015. Hot Maduros - All Rights Reserved