Home » » CONTOS E MUITO ROCK

CONTOS E MUITO ROCK























Sabendo que dia 13 de julho é o dia internacional do rock, Vertigo ficou sabendo que uma boate iria comemorar naquele sábado dia 11 de julho e resolveu ir a boate sozinho.Chegando no local começou a escutar algumas músicas do dito rock inglês como Smiths, Cure, Stones entre outros.A festa esta interessante e Vertigo que já tinha dado uma olhada superficial no lugar e nos freqüentadores e depois de dançar muito, Vertigo sentou-se e começou a observar uma cidadã que estava de mini-saia e blusa preta estampada com os dizeres “Let’s Rock” e isso chamou sua atenção.Vertigo tomou um gole de sua caipirinha e foi dançar perto da garota, o som estava maneiro e a garota já começava a dar sinais de que estava gostando a companhia, quando o DJ mudou a freqüência e colocou uns clássicos românticos, Vertigo convidou a garota para dançar, que logo se prontificou.Na dança, passo leve, Vertigo perto do ouvido da menina começou a se apresentar:

_Ola!! Qual seu nome?

_Humm, assim faz cócegas,rsrsrsr...Meu nome é Denise e o seu?

_O meu é Vertigo...Cócegas...E o que dá mais cócegas, rsrsrsr.

_Engraçadinho...

_Gostei de você...

Depois de dizer isso, Vertigo tentou beijar Denise que a principio recusou...

_Calma, você é apressado, já pensou se tenho namorado!

_Namorado!!Só se ele for muito descuidado, pois uma gata como você sozinha nessa pista.

_srrssrs, ta certo, mas nem sei nada sobre você.

_O que quer saber?

_Onde você mora? Sua idade? O que gosta?

_Que tal se eu de der a ficha completa depois...vamos curtir a noite...

Depois disso Vertigo tentou novamente o beijo, mas dessa vez a garota foi mais solicita e os dois deram um show de lábios e línguas no meio da pista.Vertigo foi conduzindo Denise para um canto mais escuro e aos poucos foi passando a mão naquele corpo gostoso, Denise foi conduzindo a mão de Vertigo e não deixava ele ser mais atrevido que o necessário.Mas Denise também era safadinha e passava a mão no corpo de Vertigo, descendo até seu ventre e sutilmente baixou o zíper da calça de Vertigo e ficou alisando seu pênis por cima da cueca que nesse momento estava com um recheio pronto para ser utilizado.Neste jogo já haviam se passado três musicas lentas e Vertigo já não se agüentava de tesão, mas ele já havia sentido que a calcinha de Denise estava molhadinha e isso o deixava mais louco de tesão.Foi quando Vertigo convidou Denise para ir a outro lugar, ela então o convidou para ir ao banheiro e fazer uma pequena loucura ali mesmo.Vertigo ficou com os olhos arregalados e disse que sim, afinal nunca tinha experimentado tanta adrenalina como aquela que sentirá.Denise se encaminha ao banheiro e Vertigo logo atrás da ninfa, ela entrou no feminino mesmo, ele ficou sem ação, mas foi assim mesmo.Dentro ela o puxou para um dos banheiros, fechou a porta, e começaram a se beijar, as mãos já não sabiam aonde tocar e Vertigo retirou a calcinha de Denise, virou-a e encostou Denise na parede, Vertigo começou a beijar o pescoço da ninfa e retirou seu pênis mais que duro, colocou entre as coxas de Denise e ficou brincando e ir e vir, mas não a penetrou.Vertigo virou Denise e lhe deu mais um beijo, depois beijou os seios da ninfa e a fez senta-se no vaso sanitário, colocou seu pênis bem perto da boca de Denise que começou a sugá-lo.Depois de sugar o pênis de Vertigo e fazê-lo gozar, os dois resolveram ir para um lugar mais calmo e seguro.Saíram do banheiro meios desconfiados e saíram da boate, Vertigo sugeriu seu apartamento e Denise seguiu para lá.Ao chegarem, estavam com tanto tesão que mesmo dentro do elevador não conseguiram se segurar e Vertigo entre beijos e abraços, sugou a bucetinha de Denise e penetrou gostoso sem se preocupar se alguém iria ou não entrar.Quando chegaram no andar, ao abrir a portar, Denise começou a chupar Vertigo e os dois tiveram uma aventura daquelas...

VERTIGO

 
Support : Copyright © 2015. Hot Maduros - All Rights Reserved